2 de março de 2017

Parlamento europeu suspende imunidade de Marine Le Pen por publicar fotos de execuções do Estado Islâmico

Resultado de imagem para Marine Le Pen
Líder da Frente Nacional diz que denunciou o 'horrores' do grupo. Imagens de execuções do Estado Islâmico foram divulgadas no Twitter da candidata, em dezembro de 2015.

O Parlamento Europeu suspendeu nesta quinta-feira (2) a imunidade parlamentar da candidatura presidencial, Marine Le Pen, por causa da divulgação no Twitter de imagens da violência do Estado islâmico, segundo a Reuters. A medida foi pedida pela justiça da França.

A líder da Frente Nacional está sob investigação na França por postar três imagens de execuções do Estado Islâmico no Twitter, em dezembro de 2015, incluindo a decapitação do jornalista norte-americano James Foley.

Convocada em abril de 2016 por um juiz de instrução francês neste caso, Marine Le Pen havia se recusado a comparecer ante à justiça, evocando sua imunidade parlamentar, segundo a France Presse.
A votação desta quinta no plenário do Parlamento da União Europeia confirmou uma decisão preliminar tomada na terça-feira pelo Comitê de Assuntos Legais.

A retirada da imunidade de Marine Le Pen, foi requisitada pela Procuradoria de Nanterre, na região parisiense, tem efeito imediato apenas sobre o processo judicial relativo à divulgação das imagens. A publicação de imagens violentas pode, em certas circunstâncias, resultar em pena de três anos de prisão e multa de 75 mil euros.

A decisão não influenciará, portanto, o processo que investiga a suspeita de empregos fictícios em que a candidata foi indiciada, segundo a France Presse.

Em dezembro de 2015, a presidente da FN publicou três imagens no Twitter, em resposta a um jornalista que estabeleceu um paralelo entre seu partido e o grupo extremista. Nelas apareciam um homem com uniforme laranja debaixo de um tanque, um homem vestido da mesma maneira e com o corpo em chamas em uma jaula e o corpo de um homem decapitado.

Na legenda: "Daesh é isso!", escreveu, utilizando o acrônimo em árabe do grupo Estado Islâmico.
Posteriormente, ela retirou a foto de James Foley a pedido da família do jornalista, que se disse "profundamente chocada" com a publicação. As duas outras imagens seguem em seu Twitter.

Matéria Completa AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...