13 de dezembro de 2016

Rio Grande do Norte é o maior produtor de energia eólica

O Rio Grande do Norte se consolidou em outubro como o maior produtor de energia eólica do país, com a produção de 1.580 MW médios neste mês, e com um aumento de 49,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Segundo o relatório do CCEE, entre janeiro e outubro de 2016, a geração de energia eólica em operação comercial no Sistema Interligado Nacional cresceu 52,7%. As usinas da fonte produziram 3.577 MW médios frente aos 2.343 MW médios gerados ao longo dos dez primeiros meses do ano passado.

A geração total das usinas do Sistema, por sua vez, alcançou 61.517 MW médios entre janeiro e outubro de 2016, montante 0,4% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando foram produzidos 61.258 MW médios.

A fonte hidráulica, que engloba usinas hidrelétricas de pequeno e grande porte, também teve incremento na produção e registrou 45.535 MW médios, volume de energia 7% superior ao registro em 2015 quando as usinas da fonte geraram 42.559 MW médios. Já a geração térmica (12.404 MW médios) teve um desempenho 24,1% inferior ao alcançado no ano passado, quando as usinas da fonte geraram 16.334 MW médios.

Eólica por Estado
Na geração eólica por estado, os dados consolidados da CCEE indicam que o Rio Grande do Norte permanece como maior produtor do país com a produção de 1.580 MW médios em outubro, aumento de 49,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Em seguida, aparece o estado do Ceará com 922 MW médios (+23,2%) produzidos, a Bahia com 824 MW médios (+52,9%) e o Rio Grande do Sul, que alcançou 760 MW médios (+33,1%) no mês de outubro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...