16 de dezembro de 2016

Professor de 30 anos é preso em Mossoró por vender imagens de sexo explícito de crianças


Um professor de 30 anos (nome resguardado pela Polícia Federal) foi preso na manhã desta sexta-feira, 16, em Mossoró, pela prática de crimes de exploração sexual infantil. A prisão em flagrante foi efetuada por agentes da PF durante o cumprimento uma ordem judicial de busca e apreensão na casa do professor no Planalto 13 de Maio. A operação recebeu o nome de Mefisto. Os agentes, durante as buscas, encontraram mídias eletrônicas com pornografia infantil.

O professor foi enquadrado no Art. 241­B do Estatuto da Criança e do Adolescente, que diz o seguinte: “Art. 241 – Vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito de crianças... (Eca – Lei número 8.069 de 13 de julho de 1990)”. Além do endereço do professor, os agentes federais cumpriram ordens de busca e apreensão em outros dois lugares em Mossoró (nomes mantidos em sigilo). 

Ao todo, 52 agentes cumpriram 12 mandados judiciais de busca e apreensão em endereços residenciais de 10 investigados, sendo que 7 em Natal e três em Caicó, Tibau do Sul e Mossoró.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...