12 de junho de 2016

Jogadores da seleção espanhola são acusados de estupro, diz jornal

Dois jogadores da seleção espanhola estão sendo acusados de envolvimento em um caso de abuso sexual. O goleiro De Gea e o atacante Munian foram citados nesta sexta-feira (10) pelo jornal "El Diário" num suposto estupro. A publicação exibiu documentos da Justiça espanhola com as acusações.

Por questões de segurança, o nome da testemunha não foi revelado pela Justiça da Espanha. Segundo o relato, ela e outra jovem foram conduzidas pelo empresário do mundo pornô Ignacio Allende Fernández, principal alvo da investigação, até o quarto de um hotel cinco estrelas em que estavam os atletas.

"Tanto a garota como a testemunha foram abusadas sexualmente pelos dois jogadores, já que quando se negavam a fazer sexo, eram agredidas por eles. Eles fizeram ameaças para o que aconteceu no quarto nunca se tornasse público", diz trecho destacado pelo jornal.

Segundo a publicação, as garotas pediram para irem embora, no entanto, foram proibidas pelos jogadores, que as impediram de deixar o quarto até que realizassem os desejos deles. O processo ainda incorporou uma troca de mensagens entre a testemunha e o goleiro De Gea. O dinheiro do programa, inclusive, não teria sido entregue.

Na época do ocorrido, em 2012, os acusados eram companheiros de seleção sub-21 da Espanha. Atualmente, De Gea tem sido titular da seleção espanhola na preparação para Euro, que começa nesta sexta.

Procurados pelo "El Diario", os assessores do goleiro não foram localizados. O empresário de Muniain disse desconhecer a história. "Desconhecemos completamente o assunto, ninguém da polícia entrou em contato conosco para obter nenhum tipo de informação", afirmou o representante do atleta.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...