16 de junho de 2016

Festa da Pinha 2016: Serra das Gameleiras produz 20 toneladas da fruta por semana

Fruta do conde no pé

A Emater-RN organiza, nos dias 16 e 17 de junho, a Festa da Pinha, evento que ocorre no município de Caiçara do Rio dos Ventos, distante 95 km de Natal. O evento é tradição desde 2011 e, há três anos, conta com a participação direta da instituição.

A festa acontece na comunidade Serra da Gameleira, a partir das 9h. São esperados cerca de 100 agricultores que se dedicam ao cultivo da fruta, que é rica em potássio e ajuda no controle da pressão arterial.

Nos dois dias da festa será realizado um curso de manipulação e culinária da pinha, ministrado pela engenheira agrônoma da Emater-RN, Neide Alcântara. A formação tem como público-alvo 12 agricultoras que cultivam a fruta e vendem sua produção ao Programa Compra Direta. O objetivo é instruir as mulheres no preparo de mousses, doces, cocadas e bolos que têm a pinha como ingrediente principal.

No dia 17 haverá um Dia de Campo, que consiste em visitas a produtores de pinha em Caiçara do Rio do Vento e nos municípios de Riachuelo e Ruy Barbosa. Na oportunidade, os agricultores poderão trocar saberes e experiências sobre o cultivo da fruta. Durante o Dia de Campo serão realizadas oficinas ministradas por profissionais da Emater-RN, em 3 eixos temáticos: poda, pragas e doenças e manejo da cultura da pinha.

A pinha (annona squamosa) também é conhecida em outras regiões do Brasil como fruta-do-conde e ata. Da mesma família da graviola, tem atraído a atenção de cientistas e botânicos por suas propriedades inseticidas e medicinais, além de ser fonte de minerais e vitaminas que tornam a alimentação humana mais rica.

PRODUÇÃO
De acordo com o extensionista rural da Emater-RN, Chagas Pereira, considerando a época de precipitações pluviométricas satisfatórias, semanalmente saem da comunidade Serra da Gameleira, com destino à Ceasa de Natal e outros centros consumidores, uma média de 20 toneladas da fruta, destacando-se como a principal atividade econômica local. Além da pinha, lá são cultivadas outras culturas como a graviola, goiaba e acerola, porém em quantidade menor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...