20 de maio de 2016

Médico é preso por fraude contra a Previdência Social

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (20), a Operação Talante Dois. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva na cidade de Cariacica, no Espírito Santo.

Esta fase é um desdobramento das investigações que revelaram um esquema de fornecimento de atestados médicos falsos, em uma clínica médica do município.

Só em um benefício previdenciário, mantido de forma irregular, houve prejuízo de mais de 170 mil reais para a Previdência Social, sendo que o prejuízo estimado chegaria a um total de quase meio milhão de reais.

O esquema acontecia da seguinte forma: o interessado pagava 50 reais para conseguir um atestado na clínica, sem a realização de consulta médica. Esses atestados eram apresentados junto à Previdência Social para manutenção de benefícios irregulares, como também em estabelecimento privados. Além disso, servidores públicos de escolas municipais, estaduais e até de prefeituras utilizavam os atestados falsos para justificar afastamentos ao trabalho.

Depois da primeira operação, as investigações constataram que o proprietário da clínica continuava a fornecer atestados médicos falsos a pessoas físicas, e atestados admissionais e demissionais utilizando carimbos de um médico sem o conhecimento do profissional.

O inquérito vai ser encaminhado ao Ministério Público Federal para análise e oferecimento de denúncia à Justiça Federal em Vitória. O proprietário da clínica vai responder pelos crimes de falsificação de documento particular e falsidade ideológica e pode ser condenado a até dez anos de prisão.

EBC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...