29 de janeiro de 2016

Carretas-pipa fazem teste para começar despejar água na EB4; volume de água enviado para C. Novos poderá triplica

Bombas já instaladas para bombeamento de água até a ETA Dourado – C.Novos.

Com um trajeto de 90 km (ida e volta) transportando água da adutora Serra de Santana, em Florânia, para Currais Novos, as carretas-pipa – que têm capacidade para 46 mil litros (cada), estão prestes a diminuir quase que pela metade esse percurso, dobrando assim a quantidade de água transportada. É que a EB4, próximo a São Vicente, está quase pronta, faltando apenas a ligação da energia para começar a receber água e bombear o líquido precioso direto para a ETA Dourado em Currais Novos.

Segundo Eudes, diretor da CAERN, o volume de água que será enviado para Currais Novos será pelo menos três vezes superior a quantidade que é distribuída hoje. Ou seja, as carretas dobrarão suas viagens e a adutora que abastece São Vicente também bombeará água para a EB4, que juntas abastecerão Currais Novos.
É previsto que o abastecimento da Princesa do Seridó volte praticamente ao normal.


Fonte: Blog de Jean Souza 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...