10 de novembro de 2015

MARIANA: Criança de cinco anos é a quarta morte confirmada após rompimento de barragem


O delegado regional Rodrigo Bustamante informou que o corpo encontrado no distrito de Ponte do Gama, em Mariana, é da menina Emanuely Vitória, de 5 anos. O corpo foi encontrado na segunda-feira (9) e reconhecido por familiares nesta terça (10), no necrotério da cidade. Esta é a quarta morte confirmada após o rompimento de duas barragens da empresa Samarco.

A mãe de Emanuely Vitória, Pamela Raiane, esteve no necrotério de Mariana. A jovem, grávida de 3 meses, se abraçou ao caixão. Ela não se feriu. O marido foi submetido a uma cirurgia em Santa Bárbara porque quebrou a perna na hora de tentar salvar os filhos. O menino, Nicolas, de 1 anos, se feriu e chegou a ser internado em Belo Horizonte e recebeu alta.

As barragens do Fundão e de Santarém se romperam na quinta-feira (5). O distrito de Bento Rodrigues foi devastado pela enxurrada de lama provocado pelo colapso das barragens. Cerca de 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério e água foram liberados. Nesta manhã, o vilarejo foi desocupado por medida de segurança a ocorrência de tremores de terra.

"Na verdade, ela foi encontrada na tarde de ontem. [...] tivemos a confirmação oficial de que se trata da criança Emanuely Vitória Fernandes", disse o delegado. Segundo Bustamante, o reconhecimento foi feito por arcada dentária, cabelos e anatomia do pé.

Um quinto corpo está no Instituto Médico Legal em Belo Horizonte. O delegado afirma que foi colhido material genético para posterior identificação. 

Nesta segunda-feira (9), parentes identificaram o corpo de Waldemir Aparecido Leandro, de 48 anos. A vítima era funcionária da empresa Geocontrole, terceirizada da mineradora. O corpo de Leandro foi resgatado na cidade de Rio Doce, a cerca de 100 km de Bento Rodrigues, no sábado (7).

As outras duas mortes confirmadas são:Cláudio Fiuza, de 40 anos, empregado de uma empresa terceirizada da Samarco. Ele teve um mal súbito quando as barragens romperam; e Sileno Narkievicius de Lima, de 47 anos. Ele trabalhava como motorista na empresa Integral Engenharia que prestava serviço para a mineradora Samarco.

Vinte e duas pessoas seguem desaparecidas após o rompimento das barragens. São 11 trabalhadores da mineradora Samarco e 11 moradores do distrito de Bento Rodrigues, de acordo  com o último boletim divulgado nesta terça-feira (10).

G1 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...