13 de novembro de 2015

Justiça afasta prefeito de Macau por suspeita de fraudes em contratos

http://arquivos.tribunadonorte.com.br/fotos/170478.jpg

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), junto à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), desencadeou, nesta sexta-feira (13), a "Operação Maresia", que investiga crimes contra patrimônio público em Macau. O prefeito da cidade, Kerginaldo Pinto do Nascimento, foi afastado do cargo por decisão da Desembargadora Relatora, Judite Nunes.

A "Operação Maresia" investiga contratos referentes à prestação do serviço de limpeza urbana e às obras públicas de construção civil. Além do prefeito, quatro empresas são alvo das investigações: TCL Limpeza Urbana LTDA; MAC Construções e Serviços LTDA; RCON Construções e serviços e Locações LTDA - ME; e R Bertino de Freitas – ME.

Foram expedidos, pelo Tribunal de Justiça,11 mandados de busca e apreensão contra pessoas físicas e jurídicas, cumpridos em Macau, Parnamirim, Parelhas e Natal. Além disso, o MPRN já apresentou duas denúncias contra o prefeito Kerginaldo Pinto por suposta prática de peculato, falsidade ideológica, falsidade de documento público, uso de documento falso, falso testemunho e coação de testemunha.

A operação teve o apoio da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Regional de Defesa do Patrimônio Público (Garpp), do MPRN. O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, foi a Macau e coordenou as equipes que participam da operação. O MP dará detalhes sobre a operação ainda na manhã desta sexta-feira (13).

Fonte: Tribuna do Norte / via Eduardo Dantas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...