2 de outubro de 2015

Papa se encontrou com casal gay durante visita aos EUA, diz TV


Durante sua visita aos Estados Unidos, o Papa Francisco se encontrou com um amigo argentino de longa data que vive em uma relação homossexual há 19 anos, afirmou a TV americana CNN.

Yayo Grassi, que é assumidamente gay, afirma ter levado seu parceiro, Iwan, assim como vários outros amigos à Embaixada do Vaticano no dia 23 de setembro para um breve encontro com o papa. Um vídeo da reunião mostra Grassi e Francisco se cumprimentando com um caloroso abraço.

Grassi deu uma entrevista exclusiva à CNN. Ele não forneceu detalhes sobre a visita, mas disse que a marcou pessoalmente com o papa por e-mail.

O argentino disse que o pontífice foi seu professor de literatura e psicologia no colégio Inmaculada Concepcion em Flores de 1961 a 1965.

Grassi disse que o papa sabe que ele é homossexual há muito tempo e nunca condenou sua sexualidade ou sua relação com um homem.
Disse ainda que ele e Iwen também encontraram Francisco no ano passado em Roma. “Ele nunca julgou”, afirmou. “Nunca disse nada negativo.”

“Claro que ele é o pastor de uma igreja e precise seguir os ensinamentos da igreja”, acrescentou. “Mas, como ser humano, ele entende todos os tipos de situação e está aberto a todos os tipos de pessoa.”

Encontro com tabeliã
A notícia de que, na mesma viagem aos EUA, o Papa Francisco se encontrou secretamente com uma tabeliã do Estado norte-americano do Kentucky que foi presa por se recusar a emitir licenças matrimoniais para casais gays gerou polêmica.

Nesta sexta-feira (2), o Vaticano disse que o encontro do papa com a tabeliã não significa um apoio incondicional a suas posições e ações. Em um comunicado, o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, disse que Francisco se encontrou com “diversas pessoas” na embaixada do Vaticano antes de deixar Washington para Nova York.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...