15 de outubro de 2015

Agentes encontram celular que pode ter fotos da morte de preso no RN


Um aparelho celular, que pode ter sido usado para registrar a morte do detento Joel Rodrigues da Silva, conhecido como Joel do Mosquito, foi encontrado na manhã desta quinta-feira (15) durante uma revista feita por agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE) dentro do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes, a Cadeia Pública de Natal. 

Joel - o principal alvo da investigação Citronela, realizada no dia 25 de setembro pelo Ministério Público - foi achado morto na noite do último sábado (10) dependurado pelo pescoço. Para a Polícia Civil, no entanto, Joel foi vítima de um homicídio. Imagens que mostram o detento sendo estrangulado foram divulgadas em redes sociais. O G1 decidiu não mostrar a foto inteira e encobriu o rosto do morto com uma tarja preta. No entanto, nas laterais da imagem, é possível ver mãos de pelo menos dois internos. Um de cada lado, eles esganam a vítima usando fios encapados, enrolados em volta do pescoço da vítima. 

"Encontramos 14 celulares durante a revista. Um deles, em particular, chama a atenção porque foi quebrado. É um aparelho bem grande, que certamente custa muito caro dentro de uma unidade prisional", ressaltou a agente penitenciária Dinorá Simas. Diretora do presídio, ela explicou que o aparelho danificado será enviado para uma assistência técnica para que seja reparado e depois passará por uma perícia. "Esperamos que as imagens ajudem a polícia a identificar os presos que mataram o Joel", acrescentou a diretora. 

Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...