17 de setembro de 2015

Terremoto: paraibano diz que houve gritaria em Santiago, mas não vai deixar o Chile por causa de tremores

Marcelo Jardim mora em Santiago desde 2014. (Foto: Facebook)

Na noite desta quarta-feira um terremoto atingiu a costa do Chile e seus tremores foram sentidos, mesmo que de leve, até o Brasil. O paraibano Marcelo Jardim, que mora em Santiago desde o início de 2014, conversou com o Portal Paraíba e contou como foi a sensação de estar próximo do epicentro de um tremor com magnitude de 8,4.

O epicentro foi próximo a cidade de Canela e a 243km de Santiago, semelhante à distância entre João Pessoa e Natal-RN. Sentir tremores no Chile não é incomum, mas o que chamou atenção de Marcelo foi a força do tremor. “Estávamos acostumados com algo fraco e de curta duração, isso que nos assustou. Quando saímos de casa ficamos esperando o terremoto acabar e o mesmo não acabava, daí notamos que era mais sério do que imaginávamos”, contou.

Prevenido, Marcelo não deixou a família preocupada. “Sempre que tem terremoto a primeira coisa que faço é ligar para meus pais no Brasil, evitar preocupação desnecessária”.

Marcelo disse que houve muita gritaria e o tremor derrubou objetos de mesas e prateleiras, mas não tiveram danos mais sérios em Santiago. A população sofreu mais na região litorânea, onde ondas de até 4,5 metros atingiram a costa deixando milhares sem energia elétrica.

Apesar do susto, o paraibano contou que a cidade é preparada para esse tipo de situação e que os terremotos não o farão sair do Chile. “Prefiro morar em um lugar com terremoto do que em um lugar sem segurança e com um governo que só faz prejudicar a população. A cidade é preparada para desastres naturais, mas uma pessoa não tem como se preparar para uma cidade sem segurança e sem investimentos”.

Marcelo ainda destacou que o Governo chileno agiu bem. “O problema maior é o Tsunami pós terremoto, isso que causa maior número de mortes e destruição. Uns anos atrás o maior problema foi o governo não ter avisado que o Tsunami estava para atingir a cidade. Nesse último o Governo agiu bem e avisou a todos com antecedência”, contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...