4 de setembro de 2015

Estado Islâmico destrói tumba de 2 mil anos em Palmira

Torres funerárias da Palmira em 2010
Torres funerárias da Palmira em 2010: "Eles exploraram três das torres funerárias, aquelas que estavam mais bem conservadas, as mais belas"

O diretor de antiguidades e dos museus da Síria, Maamun Abdelkarim, afirmou nesta sexta-feira (4) que o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) destruiu ao menos uma das antigas tumbas da cidade histórica de Palmira, na região central do país.    

Em entrevista à imprensa árabe, ele contou que a milícia derrubou o túmulo-torre de Elahbel, construído no ano de 103 d.C. Além disso, ele acredita que outros mausoléus, esses de 44 d.C., também podem ter sido dizimados pelo EI.    

Nos últimos dias, o grupo já havia destruído um dos edifícios mais importantes de Palmira, o templo de Bel, que carregava mais de 4,5 mil anos de história. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...