16 de julho de 2015

Jogador do Corinthians é investigado em esquema de compra de carteira de motorista


Vinte dias. Esse teria sido o tempo que o jogador do Corinthians Malcom, de 18 anos, levou para tirar sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) - o processo formal exige 45 horas/aula de curso teórico, 25 aulas práticas, sendo 5 noturnas, e exames médico e psicotécnico, o que leva pelo menos três meses. Malcom e mais 4.900 motoristas tiveram a carteira cancelada pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran), por suspeita de fraude.

De acordo com o diretor-presidente do Detran-SP, Daniel Annenberg, o jogador teria pago entre R$ 2 mil e R$ 6 mil em um esquema em que ele é identificado como militar, categoria que não precisa passar pelo processo de permissão para emissão da CNH.

Caso seja comprovada a irregularidade, funcionários, autoescolas e motoristas envolvidos, como é o caso de Malcom, podem responder criminalmente por corrupção ativa e passiva e organização de quadrilha - crimes que podem levar à pena de dois a 12 anos de prisão e multa.

Isto É 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...