15 de julho de 2015

JOÃO PESSOA/PB: Alunos da Rede Municipal embarcam para disputar Copa do Mundo de Robótica na China


A China. É só isso que está no pensamento de sete alunos da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa. O país, que antes era uma referência distante, está cada vez mais concreto na mente destas crianças, tudo graças à dedicação a um projeto especial, de robótica. O grupo, acompanhado de quatro professores, viaja nesta quarta-feira (15) para a cidade de Hefei, onde vão disputar a XIX Copa do Mundo de Robótica, a RoboCup 2015.

E se os garotos são só emoção e expectativa, a mesma coisa acontece com os pais. Na manhã desta terça-feira (14), todos eles se reuniram com os coordenadores do projeto e com o prefeito Luciano Cartaxo para conhecer os detalhes da viagem e tranquilizar quem vai ficar aqui na torcida, com o coração apertado.

De acordo com o prefeito, é um orgulho enorme para a cidade ver que o investimento em educação está rendendo frutos tão positivos. “Esse é o resultado do esforço de uma equipe muito grande e da capacidade e dedicação desses garotos. O que tenho a dizer a eles é que aproveitem muito e que o importante não é trazer qualquer troféu, mas que voltem com mais conhecimento e mais vontade de estudar e se tornarem sempre melhores”, declarou.

Os sete estudantes fazem parte das escolas municipais Apolônio Sales de Miranda, de Cruz das Armas, e Moema Tinoco da Cunha Lima, dos Funcionários II. O primeiro grupo compete na categoria Dança com Robô. Eles treinaram cinco horas todos os dias e vão levar para a China a apresentação “Brasil: Festa e Alegria no Rio 2016”. Para isso, vão utilizar cinco robôs, que representam a águia da Escola de Samba Portela, um jogador de futebol, robô atleta, robô bola e um elemento surpresa.

“Depois do Mundial do ano passado mudamos muita coisa. Não estamos indo com a visão da parte artística e sim da parte tecnológica. Estamos usando todos os recursos e sensores do kit de robótica que é fornecido pela pETe”, disse o professor da equipe, Tales Albuquerque Araújo.

O segundo grupo, da Escola Momema Tinoco, vai disputar na categoria resgate, e terá que fazer com que o robô percorra um labirinto para resgatar cinco vítimas utilizando um sensor de calor. Tudo em um tempo de oito minutos.

Os alunos não escondem a ansiedade, mas também estão muito confiantes. “É a primeira vez que viajo para outro país e estou muito feliz e com muita expectativa. Nos esforçamos muito para que tudo dê certo e sabemos que é só assim que conseguimos bons resultados”, disse o aluno Anderson Grabriel, de apenas 12 anos, que faz parte da Equipe Resgate.

Já Wesley Robson, de 16 anos, da Equipe Robô Apolo, não quer saber de pensamento negativo. “Quero agradecer muito a todos pelo apoio e dizer que nosso objetivo é voltar de lá ao menos dentro do Top 10”, afirmou.

Para os pais, ver o esforço dos filhos trazendo resultados é motivo de muito orgulho e felicidade. “Meu filho chegou um dia em casa falando que ia entrar em um projeto de robótica e eu nunca podia pensar que era algo tão grande. De repente ele começou a competir em Fortaleza, depois São Paulo e agora vai pra China, então a gente fica até sem acreditar”, afirmou Evaildo Roberto, que é pai do aluno Cleison.

Dona Terezinha Irineu, que é avó do aluno Paulo Thiago, agradeceu o apoio do Município. “Temos que agradecer muito por eles terem confiado e acreditado na capacidade de nossos meninos, porque sem isso nada teria sido possível. Hoje eles são estudantes, mas são os cientistas do futuro e sei que vão trazer um bom resultado”, declarou.

Classificação - A equipe Robô Apolo da Escola Municipal Apolônio Sales se classificou após conquistar no ano passado o primeiro lugar na categoria “RoboCupJr Dance Primary” (dança com robô) na Olimpíada Latino-Americana de Robótica. Já a equipe Ação Resgate da Escola Municipal Moema Tinoco da Cunha Lima conquistou a segunda colocação na categoria “RoboCupJr Rescue B” (ação resgate), na qual concorreu com instituições de nível superior.

Secom JP 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...