20 de julho de 2015

Greve do INSS já dura 14 dias e afeta atendimento em agências

PREV-IN-TPA greve nacional dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já dura 14 dias e vem prejudicando o funcionamento das agências no país. Um balanço da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), indica que 25 estados participam do movimento, com 80% de adesão dos trabalhadores. Já a estimativa do Ministério da Previdência Social mostra que 11,49% dos funcionários aderiram à greve. No total, 45,7% das agências funcionam com atendimento parcial e 16% estão completamente paradas, segundo o balanço do ministério. No estado de São Paulo, 33% das agências funcionam parcialmente, e 10% estão totalmente paralisadas, de acordo com o último balanço do Ministério da Previdência Social.

A Agência Brasil visitou duas agências de muito movimento no centro da cidade, o posto de atendimento Várzea do Carmo, na região do Glicério, e o posto da Rua Xavier de Toledo, próximo à prefeitura. Ambas funcionaram hoje (20) parcialmente, atendendo apenas perícias agendadas.

No Glicério, que recebe diariamente 700 pessoas por dias, havia uma pequena aglomeração de segurados buscando informações na entrada do prédio. Marcelo Fraga, de 43 anos, é técnico de suporte de informática e teria perícia agendada para hoje. Após uma cirurgia no joelho, ele descobriu uma doença degenerativa que deveria afastá-lo do trabalho por tempo indeterminado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...