9 de julho de 2015

"...DETERMINEI A DEVOLUÇÃO DE UM AUTOMÓVEL QUE ERA DESTINADO AO GABINETE DO PREFEITO": DISSE MÁRCIA NOBRE EM ENTREVISTA AO BLOG DE RICARDO MORAES. CONFIRA!

Passados exatamente trinta dias de sua gestão, a Prefeita Márcia Nobre fez um balanço positivo do trabalho realizado à frente da Prefeitura Municipal de Florânia e revelou suas expectativas.

  A Prefeita, que assumiu a gestão num momento complicado, inclusive com a primeira parcela do FPM zerada, precisou realizar um forte controle nas despesas públicas da cidade sem deixar de atender os principais serviços destinados aos floranienses.

  Em entrevista concedida ao blog, a Prefeita Márcia Nobre fez um registro do trabalho desenvolvido. Leia na íntegra.

   Blog: D. Márcia, desde a transmissão de cargos, ocorrida no dia 8 de junho, passaram-se 30 dias do seu exercício à frente da Prefeitura Municipal. Quais foram as principais dificuldades encontradas?

 Márcia Nobre: As expectativas estão se cumprindo. Ao ser convocada para estar à frente do Poder Público Municipal por alguns dias, sempre soube que encontraria aqui muito trabalho e algumas tantas dificuldades. Desde então, mesmo antes de assumir, procurei tomar pé da situação, visitar secretarias, listar os principais problemas e já entrar em exercício com soluções a serem executadas. 

A grande dificuldade do gestor, e comigo não tem sido diferente, tem sido equilibrar os interesses sociais com os recursos públicos cada vez mais comprometidos e, mesmo diante dessa realidade, atender os interesses da comunidade.

  Blog: A cidade tomou conhecimento de várias medidas adotadas pelo Município. Quais foram elas?

 Márcia Nobre: Sim, foram várias medidas, todas voltadas à economia e aos ajustes das despesas. Tão logo assumi a gestão, tratei de rever os principais contratos e a situação da folha de pagamento de pessoal. 

Percebi uma série de situações comprometedoras das finanças públicas e, como não poderia deixar de ser, resolvi, juntamente com a equipe de secretários, realizar vários atos em prol dos ajustes. Imediatamente, determinei a devolução de um automóvel que era destinado ao gabinete do Prefeito, decretei o controle de diárias e o pagamento de adicionais de horas extras, somente sendo permitidas em casos de evidente necessidade pública. 

Nesse ponto, ressalto que o decreto atingiu inclusive a impossibilidade de diárias para os próprios gestores, reduzi gratificações (nunca salários) e, numa atitude inédita, reduzi os vencimentos de prefeito e vice da cidade, rescindi contratos de locação de imóveis, fazendo alguns serviços públicos municipais serem executados em prédios próprios, o que veio a evitar gastos com alugueis, estabeleci metas de controle de gastos com combustíveis e material de consumo e analisei a situação funcional de servidores, da qual poderia acarretar a diminuição das despesas com o quadro de pessoal. Essas foram apenas algumas, que julgo mais importantes levando em consideração o propósito de contornar a crise financeira.

   Blog: Esses atos de enxugamento devem continuar ?

  Márcia Nobre: Sem sombra de dúvidas. Gastar pouco e de forma controlada para que possamos reverter essa economia em prol da população por meio de serviços públicos. Só assim seremos eficientes. Aliás, todos os ajustes foram realizados com esse propósito: permitir fazer mais pela comunidade.

   Blog: E os serviços públicos foram comprometidos pelas medidas de ajuste financeiro?

   Márcia Nobre: De forma nenhuma. Os ajustes são para o que estava em excesso, jamais para a necessidade dos floranienses. Assim, devem ser mantidos os serviços de saúde, de educação, assistência social e limpeza urbana, sem qualquer prejuízo aos floranienses. Quem negar um serviço público dizendo que “a prefeita cortou tudo” ou que “tudo está parado” estará mentindo. Os serviços continuam.

      Blog: Existe algo a ser comemorado?

     Márcia Nobre: Sim. Primeiramente, a abertura permitida pelos secretários municipais e vereadores ao trabalho que precisava ser imediatamente realizado. Todos se voltaram às ações emergenciais e compreendem o momento pelo qual estamos passando. Isso é algo a ser festejado! No mesmo sentido, a sociedade em geral. Sinto que todos estão de braços dados no propósito de fazermos uma gestão responsável e capaz de proporcionar serviços públicos aos floranienses. 

Cito ainda o fato de termos conseguido manter os salários em dia quando tudo conspirava contra essa possibilidade, a limpeza urbana intensificada, a restauração do prédio histórico onde funciona a Secretaria de Turismo, algo já buscado pela população, e a resolução de algumas situações financeiras que poderiam comprometer a gestão municipal. Isso é muito significativo para apenas vinte dias de gestão. Somos vitoriosos!

     Blog: Quais as expectativas para os próximos dias?

    Márcia Nobre: A minha expectativa é de mais e mais trabalho, mais desafios e mais conquistas. As ações de controle de despesas vão continuar. Nos próximos dias, lançaremos o programa de combate às drogas do município, uma ação conjunta e emergencial voltada ao combate às drogas e conscientização dos seus efeitos na cidade e, logo em breve, anunciarei a aquisição de bens e serviços muito esperados pelos floranienses. Estamos trabalhando para isso. Brevemente, teremos boas notícias.

     Blog: Gostaria de deixar alguma mensagem aos floranienses?

   Márcia Nobre: Gostaria de dizer a todos que os floranienses podem contar comigo para o desenvolvimento de um trabalho sério e honesto, pensado unicamente para o progresso da cidade e do nosso povo. As medidas de ajuste e contenção de despesas são fundamentadas na responsabilidade e na missão assumida de fazer mais para quem precisa mais. Um forte abraço a todos.

Fonte: Ricardo Morais, Via ahoradalapada.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...