27 de junho de 2015

Com a 4ª maior população carcerária do mundo, Brasil expõe mazelas de presídios e vira vexame mundial

PRESIDIO-ABRE-IE.jpg
Superpopulação, condições precárias de infraestrutura e saúde,alta taxa de reincidência e violência: retrato dos presídios brasileiros

01.jpg

Um levantamento realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional, órgão ligado ao Ministério da Justiça, revelou que o Brasil possui a quarta maior população carcerária do mundo, índice que expõe as mazelas de seus presídios. Na pesquisa, divulgada na terça-feira 23, o Brasil está atrás apenas de Estados Unidos, China e Rússia. O número de presos é muito superior às 377 mil vagas do sistema penitenciário e o déficit é de 231 mil. 

Um espaço concebido para custodiar 10 pessoas prende 16 indivíduos. “No Brasil existe a cultura do encarceramento, embora existam medidas cautelares, os juízes sempre preferem as prisões”, disse à ISTOÉ o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Além do problema da superlotação, as penitenciárias são escolas de criminalidade em que pequenos delinquentes são cooptados por chefes de grandes organizações.” Juristas afirmam que cerca de 70% das pessoas que passam pelo sistema prisional reincidem, enquanto dados divulgados pela Fundação Casa apontam que o índice de reincidência de jovens infratores é de 15%. Entre 2000 e 2014, a taxa de encarceramento aumentou 119%. A projeção para os próximos anos é sombria: caso mantenha esse ritmo, em 2022 a população de detidos no Brasil ultrapassará a marca de um milhão de indivíduos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...