5 de maio de 2015

MPEduc: Santa Cruz e Coronel Ezequiel dão os primeiros passos no projeto

Exibindo santacruz1.jpg

“O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele”, com a frase do filósofo alemão Immanuel Kant o procurador da República Victor Manoel Mariz abriu na manhã desta quinta-feira, 30 de abril, a reunião com gestores, professores, diretores e conselheiros escolares das cidades de Santa Cruz e Coronel Ezequiel. O encontro serviu para que os representantes dos Ministérios Público Federal (MPF) e Estadual (MP/RN) apresentassem o projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc) aos educadores dos dois municípios.

A reunião foi coordenada pelo procurador da República Victor Mariz e contou com a participação das promotoras de Justiça Sandra Santiago e Iveluska Lemos, além da presença do prefeito do Município de Coronel Ezequiel, Adaiton Tavares da Fonseca; e dos secretários de educação de Coronel Ezequiel e Santa Cruz. “O MPEduc é um grande motivo para darmos as mãos de verdade. Esse projeto chega na hora certa porque precisávamos muito desse apoio”, afirmou o secretário de educação de Coronel Ezequiel, José Edson de Freitas.

O objetivo da etapa inicial é fortalecer a participação dos educadores no projeto e também incentivá-los a responder um questionário que dará início a um diagnóstico geral a respeito das condições das escolas de cada município. A promotora de Justiça Iveluska Lemos destacou a importância do MPEduc. “Esse projeto é grandioso pois tem uma característica importantíssima que é trazer a educação como meta prioritária para dentro do Ministério Público. O momento de hoje é importante para que possamos apresentar o projeto e torná-lo conhecido de nossos principais parceiros”, declarou.

O MPEduc é um projeto nacional desenvolvido em várias etapas. Após a reunião inicial e o diagnóstico feito por gestores, diretores, professores e conselheiros, o trabalho é complementado com vistorias às escolas e audiências públicas, nas quais a população pode transmitir aos representantes do MPF e MP/RN os problemas enfrentados e sugerir soluções.

No Rio Grande do Norte já foram promovidas quatro audiências públicas: em Cerro Corá, Lagoa Nova, Itajá e Ipanguaçu. Concluído o diagnóstico, MPF e MP/RN emitirão recomendações aos gestores, indicando as ações necessárias à melhoria da qualidade do ensino. Posteriormente, novas audiências são marcadas para apresentar à população os resultados obtidos.

Acompanhe os detalhes do MPEduc através da página mpeduc.mp.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...