16 de abril de 2015

SÃO PAULO: Horas após assassinato de PM, seis pessoas são mortas a tiros em possível chacina na zona sul

PARELHEIROS

Seis pessoas foram mortas a tiros na noite desta quarta-feira (15), em um espaço de 30 minutos, na região de Parelheiros, na zona sul de São Paulo. Os crimes aconteceram em uma área de 5 km e da mesma forma: um carro passou e um dos ocupantes fez disparos contra as vítimas. Um sétimo baleado sobreviveu e está internado.

De acordo com a Polícia Militar, três pessoas foram baleadas na rua Fonte Nova, por volta das 21h, sendo que uma morreu no local, a segunda no hospital, e a outra segue internada. Mais duas vítimas foram baleadas na altura do número 18 da rua Alice Bastide. Ambas morreram no hospital. Outras duas vítimas foram assassinadas na rua Sônia, próximo da avenida Engenheiro Marsilac.

“Veio um carro prata e veio atirando. Falou que era meu irmão e eu não acreditei. Mataram uma pessoa inocente” disse ao G1 a irmã de uma das vítimas.

Próximo aos corpos, os policiais encontraram cápsulas de armas de diferentes calibres – 12, 380 e 9 milímetros –, o que faz com que, por ora, a Polícia Civil não trate todos os casos como relacionados. Registrados no 101º Distrito Policial, os casos serão investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

No bairro, a suspeita dos moradores era de que as mortes possuem sim ligação entre si e que a chacina estaria relacionada ao assassinato de um policial militar, pela manhã, na região da Estrada 15, também em Parelheiros. O cabo Leonílson Figueiredo foi morto em frente de casa, segundo a PM.

brasilpost.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...