20 de abril de 2015

Procurador Paulo Leão é empossado Corregedor-Geral do Ministério Público

juA Procuradora de Justiça Maria de Lourdes Medeiros Azevedo, sucedida a partir de hoje no cargo, fez agradecimentos a toda sua equipe, em especial a Corregedora-Geral Adjunta, Maria Sônia Gurgel da Silva, destacou a atuação do órgão durante sua gestão, que foi mais preventivo e menos disciplinar repressivo, buscando aproximação com os membros da Instituição e desejou êxito ao novo Corregedor-Geral. “Desejo que a atual gestão supere a que agora termina, uma gestão plena de sucesso. Estou realizada pelo dever cumprido”, disse.

O presidente da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Ampern), Eudo Rodrigues Leite, fez uma saudação informal a quem estava saindo e a quem estava chegando para assumir os destinos da Corregedoria-Geral, agradecendo a forma acolhedora com a qual sempre foi recebido para pleitear ou discutir questões levadas pela associação de classe, e desejando ao novo Corregedor-Geral uma gestão profícua, criativa e arrojada.

Prometendo ser breve e tentando, com isso, agradar, expressando seu desejo inicial em latim, o Procurador de Justiça Luiz Lopes de Oliveira Filho saudou o empossando no cargo. Ele destacou que o Corregedor-Geral Paulo Leão saiu da zona de conforto ao aceitar o desafio e aplaudiu o amigo por sua decisão.

O Corregedor-Geral empossado agradeceu familiares — em especial a mãe com 88 anos — seus pares e amigos, antecipou que pretende realizar uma revisão dos métodos de atuação do MP, tranquilizou que fará isso ouvindo sugestões, e garantiu também que dará continuidade para as boas práticas implementadas, como o apoio do órgão ao projeto Transformando Destinos, que a Procuradoria-Geral de Justiça lançará no início do mês que vem, em parceria com o Governo do Estado, com vistas ao enfrentamento às drogas em vários municípios do Rio Grande do Norte.

O novo Corregedor-Geral encerrou sua fala citando Abraham Lincoln para enaltecer que o êxito não deve ser medido pelo caminho conquistado, mas sim pelas dificuldades que foram ou serão superadas.

O Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis Lima encerrou a sessão de posse destacando a contribuição que as Procuradoras de Justiça Maria de Lourdes e Maria Sônia deram para o órgão de correição nos últimos anos, como na organização das Promotorias de Justiça e cumprimento de prazos, e depositou sua confiança que o Procurador de Justiça Paulo Leão possa inaugurar um novo tempo na Corregedoria-Geral do MPRN. 

“As correições não podem ser só voltadas para o aspecto quantitativo, é preciso observar um trabalho diferenciado para as grandes causas. Nesse sentido, pode contar com nosso desejo de efetivar uma parceria”, disse.

No minuto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...