30 de abril de 2015

Jovem nepalês sobrevive a cinco dias nos escombros de Katmandu

Por baixo de um dos vários edifícios que ruíram em Katmandu devido ao terramoto que já matou mais de 5500 pessoas no Nepal, ficou soterrado um jovem nepalês de 15 anos. As equipas de resgate trabalharam durante várias horas nesta quinta-feira para libertar Pemba Lama, que sobreviveu durante cinco dias, bebendo “água de roupas molhadas” e alimentando-se de manteiga. Uma multidão acompanhou de perto a operação de resgate e explodiu de alegria quando as equipas de salvamento trouxeram o jovem, com vida, numa maca e com um colete protector à volta do pescoço. 

Pemba Lama foi posteriormente transportado para um hospital da zona, para ser observado pelos médicos. Casos de sobrevivência como o seu vão ser cada vez mais raros à medida que o tempo passa.

O rapaz disse à televisão pública britânica BBC que se alimentou de “potes de manteiga” e “bebeu água de roupas molhadas” que encontrou nos escombros, durante os cinco dias que esteve preso nos destroços de um edifício que colapsou devido ao terramoto de magnitude 7.8, na escala de Richter.

A Organização das Nações Unidas, que já lançou uma campanha para a angariação de 415 milhões de dólares para ajudar o Nepal, calcula que o número de habitações destruídas seja de 70 mil e acrescenta que outras 530 mil possam estar danificadas.

Mau tempo preocupa
O governo nepalês, muito criticado pela fraca capacidade de resposta à catástrofe, já veio garantir o apoio de helicópteros nas operações de salvamento, mas a chuva e as más condições climatéricas têm atrasado as buscas e o trabalho dos socorristas.

“A natureza parece estar contra nós” diz Rameshwor Dandal, um dos responsáveis pela coordenação do plano de emergência do Governo nepalês, citado pela agência Reuters, lamentando os “problemas adicionais” causados pela chuva.

Com as estradas nas zonas montanhosas bloqueadas e em mau estado, devido ao deslizamento de terras provocado pelo terramoto, várias aldeias ainda não receberam qualquer assistência, estando dependentes dos meios aéreos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...