27 de fevereiro de 2015

Preso por estupro, homem dizia ser assessor de pagodeiros para atrair vítimas


O que era para ser uma comemoração de aniversário com os amigos acabou se transformando em uma noite de terror para X., de 26 anos. Moradora de Nova Iguaçu, ela foi abusada no dia 29 de setembro do ano passado, quando deixava a boate Riosampa, na Via Dutra. Suspeito do crime, Amílcar Alves Ferreira, de 59 anos, foi capturado pela 58ª DP (Posse) na terça-feira.

De acordo com as investigações, o acusado se dizia amigo dos integrantes do grupo Swing & Simpatia para se aproximar de mulheres.

— Analisamos as imagens das câmeras e, através dela, a vítima reconheceu o criminoso. O que nós queremos é que, se mais alguém tiver sido vítima desse mesmo homem, que denuncie — explicou o delegado Julio César Vasconcellos da Costa.

Amílcar foi encontrado em casa, na cidade de Mesquita. A arma que teria sido utilizada no crime não foi achada.
— No depoimento, a vítima afirmou que foi ameaçada de morte caso não entrasse no carro e não parasse de chorar. A todo tempo o suspeito dizia que tinha uma arma — contou o delegado.

Muito abalada, X. nunca mais conseguiu voltar à casa de shows.

— Ele me levou para um terreno vazio ao lado da boate e só consegui fugir depois que ele se assustou com um táxi. Desde aquele dia, nunca mais voltei à Riosampa. Eu não consigo nem passar em frente — contou ela.

De acordo com o delegado, os integrantes do grupo serão convocados para prestar depoimento. A assessoria de imprensa do Swing & Simpatia informou, através de nota, que nenhum integrante da banda tem vínculo com Amílcar e que eles o conhecem apenas de vista. Representantes da Riosampa não foram encontrados para comentar o caso.

Extra 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...