31 de março de 2014

Juiz e promotor cobram uso de capacete e são 'expulsos' de cidade do MA

Uma campanha para que os motociclistas usem capacete para circular na cidade de Arame (459 km de São Luís) causou protesto e gera insegurança ao juiz e ao promotor que atuam no local. O protesto é por conta da determinação, nheste mês, que fixou data aos motociclistas para que cumpram CBT (Código Brasileiro de Trânsito) e só trafeguem usando capacete. Quem se recusar, deve ser multado. Na última terça-feira (25), uma manifestação contra a determinação usou fogos de artifício e impediu a chegada dos representantes do judiciário e do MP (Ministério Público) do Maranhão ao município.

Por conta do episódio, a AMMA (Associação de Magistrados do Maranhão) solicitou segurança reforçada a ação do judiciário no local.

Segundo a AMMA, o juiz Holídice Barros e o promotor de justiça Carlos Róstão –que são titulares da Comarca de Grajaú, mas respondem por Arame-- "foram expulsos da cidade" naquele dia.

Barbárie

Para presidente da AMMA, Gervásio Santos, o problema registrado em Arame demonstra a carência da segurança pública estadual, que tem baixo efetivo policial.

"A cidade só tinha um policial. Foi solicitado reforço, mas apenas mais dois policiais foram mandados. Quando eles viram a situação, orientaram os dois a não irem ao município".

A comarca está sendo juiz titular --o que, segundo Santos, deve ser resolvido nos próximos meses com concurso público que está em andamento. Desde o episódio, há quase uma semana, o juiz da cidade não voltou mais à comarca ce Arame.

"Sem dúvida a cidade fica desassistida. As audiências que estavam marcadas não foram realizadas. O juiz não poderia não atender uma recomendação dos próprios policiais, que mandaram não ir a cidade. É a barbárie vencendo a lei", afirmou.

Mais efetivo

Em nota enviada nesta segunda-feira (31), a Polícia Militar do Maranhão informou que, com a incorporação dos novos policiais militares aprovados em concurso, foi determinado o envio de 10 homens para reforçar o efetivo no município de Arame.

"Com isso, a PM vai realizar de imediato uma campanha de sensibilização para o trânsito, com o objetivo de conscientizar motoristas e motociclistas para a importância da regularização de seus veículos e para o uso de equipamentos de segurança."

Após a campanha, a PM diz que vai intensificar a fiscalização e punir quem não usar capacete.

Uol 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...